Psilocibina / by AK47

Revirei as lembranças de alguns rolês no RJ, e encontrei coisa que eu não recordava. Não sei exatamente da sequencia dos fatos, nem do início ou fim da história. Mas lembro que foram uns 2 ou 3 dias perdidos entre a Praça Saens Penna e a Floresta do Joá.

Lembro também que as figuras que me acompanharam nesse episódio eram bastante esquisitas ... e dentre elas haviam um cachorro gigante, um gato do lado do avesso, um anão fisioculturista, um cara alto com cara de ogro, um personagem comedor de cogumelo, dentre outros.

Momentos de devaneio máximo se alternavam com minutos de produtividade criativa. O Reggae da viola acabou dando tempo à essões de trap na rádio Pandora, que tocava de Death Grips pra lá. Além de uns trocentos sketches, uma tela colab apareceu na mesa pela manhã. Aproveitei pra dormir suando enquanto os demais foram pro mar.

(Fotos por Karol Agante, texto por AK47.)