MOF - Tudo Junto e Misturado / by AK47

O Keep It Real tem uma agenda apertada, e tentamos ser organizados pra poder fazer nossa trip da melhor forma possível. Mas foi inevitável mudar o planejamento e partir de NYC antes da hora. Por causa do MOF, troquei a data da minha passagem de volta ao Brasil, e sai da Big Apple de mala e cuia direto para a comunidade da Vila Operária. Haha, hoje sei que fiz a escolha certa ... não poderia deixar de ir à esse encontro, que reuniu mais de 1100 artistas de tudo que é canto do mundo.

- BAILÃO DE SEXTA FEIRA -

Como eu sempre digo, visitar o MOF apenas no domingo é muito pouco. O encontro tem tanta coisa boa acontecendo que a melhor opção é chegar dois dias antes, e ir embora dois dias depois. Assim que aterrizei em Duque de Caxias na sexta feira, liguei para o parceiro KAJAMAN, que logo arrumou serviço pra gente fazer. O MOF é divertido demais, mas só acontece com muito trabalho ... e pra começar, nada melhor do que subir o morro com 25Kg de carne moída, dezenas de pacotes de macarrão, e pó de café pra acordar um batalhão.

Na comunidade, alguns artistas já começavam suas pinturas sob a luz laranja dos postes. Muita cerveja, batata frita, conversa fiada, reencontros com amigos de terras distantes. Pra variar, o MOF mais uma vez foi assolado pela "maldição da chuva", e a água caiu pesado ... mas nada como um "bailão cRásse A" pra espantar a zica.

- SÁBADO MOLHADO -

Pra quem voltou de uma trip cansativa pra caraio, e já chegou no pique do MOF, o sábado só começou depois de virar pra dentro um balde de café. O peso do bailão de sexta feira fazia difícil abrir os olhos. Assim que saí do alojamento parti com a família para o muro do "pré-MOF", a tradicional pintura que acontece no sábado que precede o evento. O muro escolhido era gigantesco, e eu duvidei que a galera conseguiria pintar toda a extensão da parede. Me enganei feio, pois nem a chuva torrencial espantou os artistas. Tinha até gente pintando o muro de galocha e guarda chuva, haha.

Ao poder rever tantos amigos de longa data, fiz uma pintura rápida, e dediquei a maior parte do tempo à conversar com a galera. É tanto monstro junto que fica difícil citar o nome de todo mundo ... IMAGE, SOTAQ, INED2, HARÃ, ZAZ, JACK, SRC, VESPA, JOHNY C., BIGOD, BOBI, BUNYS, KAJAMAN, JR. EU, GUST, TED, TON, MEMI, MAGIA, NEXTWO, SE7, MOSKA, TARM, SAICUS, TOYS, PRIMAT, ZEAR, MARK1, etc, etc, etc. Enquanto a gente pensava que o time já estava completo, chegava caravana com mais gente o tempo todo. Tranquilo, pois no MOF, sempre tem espaço pra mais um, haha.

A noite começou calma demais, com as tradicionais sessões de folhinhas e blackbooks. Mas a calmaria não durou muito tempo, pois KAJAMAN, conhecido até então pela sua arte como grafiteiro, resolveu tomar as caixas de som de assalto, e quebrou tudo num set que deixou a galera fora do corpo, haha. Na boa, tinha BBoy fazendo moinho de vento no asfalto, chileno requebrando até o chão, neguinho bebendo cachaça no gargalo e gente tomando banho de cerveja, haha. Vibe boa, todo mundo em harmonia.

- DOMINGUEIRA QUEBRA TUDO -

Domingo de MOF é treta pura, a cada ano tem mais gente visitando o evento, e o clima é de batidão. Centenas de participantes registrados, almoço servido para mais de 600 pessoas, distribuição de latéx, skate session na quadra, apresentação de break, batalha de Mc's, zilhões de muros pintados. Na boa, é tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que fica inviável cobrir todo o evento. Eu preferi relaxar, deixei o trabalho de lado, e curti o tempo que pude com minha família. Fiz a escolha certa, haha!

Como o MOF não existe sem música, o domingo foi fechado com uma sessão pesadíssima, onde a ISS (Interferência Sound System) se apresentou em colab com Million Stylez. Dj Nitcho sacudiu o morro, e ninguém ficou parado.

...

Para saber mais sobre tudo que rolou no MOF 2013, acompanhe o blog do Keep It Real durante os próximos dias. Como o MOF é gigante, não tem como mostrar tudo num post só. Durante os próximos dias vamos postar mais conteúdo sobre o evento.

Pra quem curte fotos de qualidade suprema, uma boa notícia: vamos publicar aqui algumas imagens capturadas por um ilustre fotógrafo do RJ. Não vamos dizer o nome do cara ainda não, deixa o suspense no ar, haha ... mas já posso antecipar que o cara é monstro na fotografia, e o material tá finíssimo. Aguardem as cenas dos próximos capítulos, haha.

Vamo que vamo galera, pois a tinta não pode parar!

(Fotos e texto por AK47)